SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

COMO FAZER DONUT CASEIRO PARA ADOÇAR O SEU DIA DE FORMA PRÁTICA E RÁPIDA!

14 Nov 2019

Eles são pequenos bolinhos em formato redondo que podem ou não ter recheio.

 

São macios e fofinhos e sempre cobertos de forma colorida e divertida.

 

Podem ser encontrados em todos os cafés americanos e são a verdadeira paixão do personagem da nossa infância Homer Simpson. 

 

Você já descobriu de que estou falando?

 

Sim, estou falando dos DONUTS!!!

As famosas rosquinhas americanas que aparecem em praticamente todos os filmes nas mãos de crianças, adultos e até dos policiais :)

 

Donuts vem da palavra inglesa “doughnut” que em tradução literal significa algo como “rosca frita”. A primeira pessoa a ter usado essa expressão para definir o bolinho em formato redondo até então sem buraco no meio foi o historiador Washington Irving em 1809 em seu livro “History of New York”.

 

Washington estava se referindo à um bolinho frito, doce e de massa fofinha que já era vendido em alguns lugares dos Estados Unidos e que teria sido levado ao país por imigrantes holandeses. Reza a lenda que o bolinho teria sido inventado por padeiros na Holanda há muitos tempo atrás. 

 

Apesar do mérito da criação dos donuts ser da Holanda, a origem do “buraco no meio” é sim americana.

 

Hanson Gregory, um americano apreciador de donuts, dizia que certa vez em uma viagem de navio teria pego um dos bolinhos e pressionado um pequeno frasco de pimenta para retirar a parte do meio que, segundo ele, estava sempre crua. O fato aconteceu em 1847 e fez com que Hanson ganhasse fama com seu “buraco no Dought” depois de ensinar a “técnica” para todo mundo que podia. A prática foi tão bem aceita pelos americanos que Hanson chegou a ganhar uma placa de bronze em frente a sua casa pela inovadora ideia.

 

E como essa delícia doce conquistou os Estados Unidos inteiro?

 

Acredite se quiser, através de um vendedor ambulante.

 

Era 1946 quando William Rosenberg decidiu introduzir alguns donuts nas entregas que fazia. William produzia e entregava todos os dias bolos e café aos trabalhadores das fábricas ao redor de Boston. 

 

Certo dia decidiu servir levar alguns donuts, que já eram apreciados em um e outro lugar do país, e adivinhe só?

O sucesso foi tão grande que fez com que as empresas ajustassem os horários das pausas dos lanches para que todos os funcionários pudessem comprar as doces rosquinhas produzidas por William.

 

Mas calma que a fama de William não parou por aí não. Os funcionários, acostumados com as práticas das empresas, incentivaram William a abrir seu negócio de forma legal e viviam falando que ele deveria abrir uma loja física, ao invés de continuar com o serviço de entrega que demandava muito tempo.

 

William se planejou e em 1948 abriu a Open Kettle. Não demorou muito para a loja fazer sucesso e receber inúmeros pedidos fazendo com que William alterasse o nome para algo totalmente relacionado ao seu principal produto - o donut - e rebatizasse seu negócio de “Dunkin´ Donuts”.

Vários outros cafés passaram a servir rosquinhas fritas mas certamente o Dunkin’ Donuts é até hoje a maior referência de Donuts em todo o mundo.

 

E você, já provou um Donut nesse estilo americano com o furo no meio?

 

Eu confesso que até pouco tempo atrás não tinha provado. Isso porque até hoje a grande maioria dos donuts vendidos em cafeterias aqui no Brasil são recheados, polvilhados com açúcar e sem furo no meio. Esse bolinho, também delicioso, é facilmente encontrado com os mais variados recheios como creme de confeiteiro, goiabada, doce de leite e por aí vai…

 

É uma delícia, mas agora que já é um expert em Donuts você tem que concordar comigo que não é a mesma coisa que a versão clássica americana com furinho no meio e cobertura, não é mesmo?

 

Pois bem, até que um dia estava com vontade de comer um clássico donut americano e pensei “por que não fazer um em casa?”. 

 

Adivinhe só?! Deu super certo e, acredite, é muito mais fácil de fazer do que você imagina!

 

Já já eu te conto como preparar essa delícia caseira no maior estilo americano e Homer Simpson, mas antes deixo aqui algumas curiosidades desse tão famoso bolinho para te deixar com ainda mais vontade de prepará-lo em casa!

 

1. Hoje em dia existem mais de 1000 variedades de donuts que incluem os mais variados formatos, recheios e coberturas que sua imaginação possa imaginar;

 

2. Lá atrás, na época de sua primeira versão na Holanda, os donuts eram chamados de “bolos oleosos”. Conta a história que os “olykoeks”, que em tradução do holandês significa “bolos oleosos”, eram feitos e servidos no Natal pelas famílias holandesas e o costume chegou nos Estados Unidos através de alguns imigrantes que continuaram a tradição depois de chegarem em terras americanas;

 

3. Sim, todos os policiais americanos comem donuts com café diariamente. Não sabemos se a vida imita a arte ou a arte que imita a vida mas fato é que basta passear por um quarteirão de Nova York para se deparar com policiais entrando e saindo de pequenas cafeterias com um enorme copo de café em uma mão e uma caixa de rosquinhas na outra;

 

4. Durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, os soldados recebiam donuts como de sua alimentação. Nos raros momentos de pausa para comerem, barraquinhas com infinitas rosquinhas empilhadas umas em cima das outras eram colocadas nos campos de concentração, fazendo com que o doce ficasse cada vez mais popular entre os americanos; 

 

5. Os Donuts são muito mais fáceis de se fazer do que as pessoas imaginam. Apesar de não parecer, a receita é incrivelmente prática e simples, leva pouquíssimos ingredientes e pode ser feita em pouco tempo por qualquer pessoa!

Nem preciso dizer que é sobre o item 5 que vamos falar, certo?

 

Sim, hoje você aprende a fazer donut caseiro para adoçar o seu dia de forma prática e rápida!

 

Como disse, existem inúmeras receitas de Donuts e é claro que várias versões são mais complexas e levam ingredientes mirabolantes e difíceis de encontrar. Mas hoje quero te passar a versão clássica de um donut feito em casa que fica fofinho, macio e ainda leva uma cobertura linda no maior estilo americano.

 

Aliás, enquanto preparava meus donuts decidi servi-los de uma forma diferente usando uma marca igualmente americana! Estou falando da Michel Design Works, marca americana trazida ao Brasil com exclusividade pela Anova Trade com produtos de altíssima qualidade. As peças de melamina podem ser lavadas direto no lava louças e são perfeitas para o serviço até 65°C, ou seja, são super versáteis e podem ser usadas para alimentos frios e quentes.