SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

COMO FAZER KAFTA - A TÍPICA RECEITA ÁRABE

25 Sep 2019

Você conhece a KAFTA?

 

Se mora em uma grande capital e adora restaurantes que servem comida árabe, provavelmente dirá que sim.

 

Agora, se você, assim como eu, é interiorano e infelizmente não tem nenhum restaurante árabe por perto, é possível que nunca tenha ouvido falar dessa receita. Mas eu te explico.

 

A kafta é, nada mais nada menos, que uma carne moída amassada em forma de almôndega e moldada em volta de espetinhos que é levada para grelhar em brasa e servida como aperitivo ou prato principal. 

O prato é de origem persa e seu nome significa “moído”, justamente em referência ao seu ingrediente principal. Apesar de ser preparado tradicionalmente com carne de boi, também pode ser facilmente encontrado com carne de cordeiro ou frango.

 

Mas você deve estar se perguntando: o que é que essa comida tem de tão especial, certo?

 

O grande (para não dizer gigantesco) diferencial da kafta em comparação a qualquer outro espetinho de carne é o TEMPERO.

 

É uma receita típica de países como Índia, Bulgária, Chipre, Israel, Jordânia, Palestina, Líbano, Marrocos, Paquistão, Romênia, Turquia (sim, a lista é grande!), mas a verdade é que cada um desses locais tem a sua própria versão de kafta. 

 

Cada receita pode levar ingredientes diferentes, como cominho, pimenta, coentro... A única coisa que nunca muda é o tempero marcante sentido logo na primeira mordida! E essa característica é facilmente — e historicamente — explicável: a kafta tem origem no Oriente Médio, berço das especiarias!

 

Podemos dizer que “especiaria” é o termo usado para definir produtos de origem vegetal, seja uma flor, uma semente, um fruto, uma raiz ou o que quer que seja, que possui AROMA e SABOR acentuados.

 

E quando dizemos acentuados, incluímos tudo: doce, azedo, amargo, picante... O que importa é que ele é muito presente e muito marcante, justamente a qualidade que chama atenção na kafta.

 

É claro que cada região do mundo possui as suas próprias especiarias, mas é inegável a importância dos condimentos com origem no Oriente. Pimenta, açafrão e cravo fazem parte da cultural oriental há milhares de anos e eram usados com os mais variados propósitos: medicinais, curativos e, é claro, na alimentação.

 

Por conta das Cruzadas, a Europa Ocidental também começou a consumir alguns tipos de ingredientes do Oriente e, para facilitar o trânsito desses produtos, desenvolveram-se algumas rotas marítimas.

Daí em diante a história se desenrola com inúmeras disputas, guerras e conflitos de países que buscavam novas terras, aberturas de novas rotas, descobrimento de novas especiarias e por aí vai...

 

Mas antes dessa confusão toda e do mundo descobrir as especiarias, lá estavam os árabes se beneficiando de sua ótima localização e navegando pelo Mediterrâneo e pelos mares Asiáticos, chegando até a África e ao Extremo Oriente e, por muitos anos, aproveitando todas os condimentos que essas regiões tinham a oferecer.

 

Agora ficou mais fácil de entender o motivo pelo qual a kafta é tão diferente e bem temperada, não é mesmo? A receita é preparada em países que dominam essa arte das especiarias há anos e anos e o resultado final não poderia ser diferente.

 

E hoje, vou te ensinar a preparar deliciosas kaftas bem temperadas para você servir e surpreender seus convidados aí em sua casa.

 

Para isso é importante que, além dos temperos corretos, você prepare um molho para acompanhar o prato. É quase impossível ver uma kafta sem o tradicional molho de iogurte ao lado!

Para preparar esse acompanhamento das kaftas, você precisará bater muito, mas muito mesmo, os ingredientes. Isso porque a receita pede muitas folhas de hortelã e elas devem ser bem batidas, ficando praticamente diluídas no final.

 

Na hora de fazer o meu molho, escolhi o Hand Mixer Eletricity da Bialetti, um super aliado na minha cozinha que tem como diferencial 3 funções em um só produto: mixer, picador e batedor.

 

Como todos os produtos da Bialetti, o mixer possui altíssima qualidade, com haste de aço inoxidável e lâminas em aço inox polido. O batedor tem haste emborrachada e fios em aço inox, e o picador, com lâminas em aço inox, encaixa-se perfeitamente ao copo de 600 ml com medidas em acrílico, que possui silicone na base para não deslizar. Todos os ace