SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

ENROLADINHO DE PRESUNTO E QUEIJO

22 Aug 2019

Me conta, como se chama essa receita na cidade onde você mora:

Enroladinho, Bauru, Italiano e até mesmo Joelho são alguns dos nomes que essa delícia tem nas mais variadas cidades do Brasil.

 

Acho incrível que a tamanha diversidade de nosso país influencie até mesmo na escolha dos nomes que damos à algumas receitas. Essa mesma é um exemplo perfeito disso! 

Eu aposto o que quiser que todo brasileiro conhece e já comeu pelo menos uma vez na vida esse salgado. Na infância vendia na cantina da escola. Nas lanchonetes é vendido com um copo de café com leite. Nas padarias é vendido nos mais variados tamanhos, grandes que valem como uma refeição ou pequenininhos que fazem a diversão da criançada em festas infantis.

 

Esse salgado é a cara do Brasil e certamente é um dos que mais adoro fazer, e comer, é claro! :)

 

Vou me referir à essa delícia como Enroladinho de Presunto de Queijo que é como ele é mais conhecido aqui em São Paulo, mas fique a vontade para chamá-lo do apelido que desejar, ok?

 

É verdade que comer pequenas porções em forma de aperitivo não é uma tradição só brasileira e pelo mundo afora encontramos os mais variados petiscos como o tradicional arancini italiano que é preparado com sobras de risoto empanadas e fritas, ou como o famoso bolinho de bacalhau português ou ainda o diferente takoyaki, bolinho japonês frito recheado de polvo. 

 

Agora, uma coisa precisa ser dita, nenhum país consegue superar a diversidade e a criatividade brasileira quando o assunto é aperitivos assados ou fritos mais conhecidos como - SALGADINHOS!

 

Dos mais simples aos mais elaborados, esses pequenos petiscos são marca registrada da culinária brasileira. Das coxinhas e bolinhas de queijo das festas infantis às cestinhas de brie com mel e alecrim das elegantes festas de casamento, não há uma pessoa sequer que consiga resistir aos encantos dos salgadinhos de festas que temos aqui no Brasil.

 

Como muitas receitas clássicas, não se sabe ao certo que outros pratos inspiraram a criação desses salgados, que outros tipos de culinária podem ter dado origem às receitas ou de quem foi a brilhante ideia de colocar um pedaço de queijo dentro de uma massa de batata e fritar, porém diversas histórias, curiosidades e praticamente lendas urbanas rodeiam a criação dos salgadinhos brasileiros e é claro que pelo menos uma delas eu vou te contar hoje aqui. 

 

Senta que lá vem história.

 

Reza a lenda que um garotinho bastante mimado que morava numa Fazenda Morro Azul, no interior de São Paulo, tinha uma vida repleta de regalias e constantemente via seus desejos sendo realizados pelas pessoas que trabalhavam para os seus pais.

 

E quem eram seus pais? Nada mais nada menos que a Princesa Isabel e o Conde d´Eu. 

 

O garoto vivia praticamente isolado do mundo somente dentro daquela fazenda e os pais entendiam que aquela maneira de tratar o filho, com muitas regalias, era uma forma de recompensá-lo pelo isolamento.

 

Pois bem, eis que um dos grandes prazeres da vida do menino era comer e sua refeição preferida era coxas de galinha.

 

Certo dia a cozinheira da família se desesperou vendo que as coxas não seriam suficientes para alimentar todos que estavam presentes para aquele almoço e logo teve que improvisar algo para evitar que o garoto se revoltasse.

 

A brilhante ideia foi de pegar todas as outras partes da ave, juntar com as coxas e desfiar tudo. Para não servir apenas o frango desfiado e sem sentido, a cozinheira preparou uma massa com batata e farinha e colocou o frango dentro, como recheio.

 

Já descobriu o que essa incrível, habilidosa e criativa cozinheira criou nesse momento?

Sim, a coxinha!

 

O garoto e todos naquela mesa experimentaram o quitute e se apaixonaram pela criação, sendo que a receita por passada até mesmo pelo Chef de cozinha do palácio imperial para que a imperatriz pudesse provar do aperitivo.

 

Infelizmente não há nenhuma confirmação de que essa história é verdadeira, mas que ela é muito interessante e é a versão mais aproximada da criação da coxinha, isso é.

 

A coxinha se tornou o quitute mais apreciado no Brasil e logo passou a ser vendido em lanchonetes e bares por todo país. Ela foi a grande precursora dos salgadinhos de festa e foi a partir da ideia de se utilizar uma massa com um recheio em pequenas porções que podem ser apreciadas com poucas mordidas que muitos outros salgadinhos foram criados, incluindo o enroladinho de presunto e queijo que falamos no início.

 

Os salgadinhos assados aos poucos ganharam o coração dos brasileiros e hoje em dia são os preferidos e mais pedidos em muitas festas.

 

É verdade que sempre tem uma bandeja de coxinha no canto, mas pode reparar, os salgados assados são a maioria e dominam as mesas das festas de hoje em dia. Isso porque trocar a massa de batata por uma de trigo e assar ao invés de fritar, fez com que o salgado ganhasse um novo patamar e pudesse ser servido até de maneira mais refinada já que não tinha o aspecto pesado e não deixava os dedos oleosos por conta da fritura. 

 

Dessa forma, algo tão simples como um singelo salgadinho pode ser servido de forma mais refinada em comemoração mais elegantes, por que não?! 

 

Adoro a ideia de resgatar coisas típicas e que marcaram nossas vidas para o momento presente e não podemos negar que os salgadinhos de festa estão presentes nas memórias que todos os brasileiros, não é mesmo?

 

Pensando nisso, decidi preparar o Enroladinho de Presunto e Queijo tão tradicional e que me lembra tanto da infância para um lanche da tarde charmoso. E como fiz isso? Investindo nas peças que usei para servir o salgadinho.

 

Escolhi o enroladinho justamente por ter uma massa mais leve que a de batata e também ser assado e não tão pesado e oleoso, dessa forma meus convidados podem se servir de quantos enroladinhos quiserem com tranquilidade e para completar o serviço usei a Bandeja Oval e os Pratos de Lanche da Coleção Garden Melody da Michel Design Works.

 

O resultado foi uma mesa de lanche afetiva, saborosa e muito charmosa!

A marca é trazida ao Brasil com exclusividade pela Anova Trade e possui belas coleções que contam com os mais variados produtos que vão desde de bandejas, pratos e tigelas até aventais, luvas e sabonetes. As peças de melamina da Michel Design Works podem ser lavadas direto no lava louças e são perfeitas para o serviço até 65°C, ou seja, são super versáteis e podem ser usadas para alimentos frios e quentes. 

 

Escolhi a coleção Garden Melody que conta com uma estampa floral com fundo azul extremamente delicada e que fez toda a diferença na hora de trazer mais cor e alegria para nosso quitute de hoje.

 

Que tal se inspirar e também preparar essa receita de Enroladinho de Presunto e Queijo aí na sua casa?

E não esqueça de me contar como ele é chamado aí em sua cidade, estou esperando.

INGREDIENTES

300 ml de leite

10 gr de fermento seco

2 colheres de açúcar

Pitada de sal

½ xícara de óleo

500 gr de farinha de trigo

1 gema

100 gr de presunto em fatias

100 gr de queijo em fatias

Tomate cereja

Orégano 

 

MODO DE PREPARO

Em uma tigela grande coloque o leite e dissolva o fermento. Em seguida, adicione o açúcar, uma pitada de sal e o óleo e misture. Agora comece a adicionar o trigo aos poucos e sempre mexendo com ajuda de uma espátula.

Quando a mistura já estiver mais consistente, continue adicionando o trigo e agora misture com as mãos. 

Despeje a massa em uma bancada limpa e sove até obter uma massa lisa e homogênea.

Coloque-a em uma tigela, cubra com um pano e deixe descansar por 30 minutos.

Divida a massa em 4 partes iguais, enfarinhe a bancada e abra a primeira parte em forma de retângulo. Adicione o presunto, o queijo, o tomate picado e o orégano próximo de uma das laterais. Dobre a massa para cobrir o recheio e em seguida passe a gema de ovo na outra lateral, dobrando e fechando por completo, como um envelope.

Transfira para uma assadeira untada com óleo, marque o enrolado nos tamanhos que deseja e cubra, deixando novamente descansar por 30 minutos.

Pincele a gema por cima, salpique orégano e leve o salgado para assar por aproximadamente 30 minutos em forno pré aquecido a 200ºC.