Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

RECEITA DE CAPPUCCINO CASEIRO

12 Jun 2019

Ahhhh o amor!

 

Poucas coisas nesse mundo são tão incríveis quanto amar, você também não acha?

 

Hoje, dia 12 de junho, comemoramos o dia dos namorados. O dia daqueles que se completam. O dia daqueles que se entregam. O dia daqueles que se apaixonam todos os dias. O dia daqueles que se amam!

 

Como eu gosto de dizer em toda e qualquer data comemorativa, não devemos limitar nossas demonstrações de amor somente aos dias especiais, mas que um agrado e um ato carinhoso para quem amamos faz muito bem ao coração, isso é indiscutível!

 

E como eu quero que todo mundo consiga colocar essa ação em prática da maneira mais simples, preparei algo especial e muito fácil de fazer para que ninguém fique de fora e todos possam trazer um pouquinho de carinho àqueles que amam.

 

Mas calma, antes de te contar qual é a minha receita especial de hoje, quero contar uma história que pouca gente conhece.

 

Você sabe qual é a origem do dia dos namorados?

A origem do dia dos namorados, chamado lá fora de valentine´s day, remete à história de Valentim, um santo católico martirizado na Roma Antiga.

 

Durante o seu governo, o imperador Claudius II proibiu a realização de casamentos em seu reino, pois, segundo ele, se os jovens não se preocupassem em constituir família, se alistariam com mais facilidade e o imperador poderia ter seu desejado e poderoso exército.

 

O problema é que Valentim, revoltado com a imposição do imperador, continuou a realizar casamentos em segredo. Quando a prática foi descoberta, Valentim foi preso e condenado à sentença de morte.

 

Durante sua prisão, o jovens dirigiam-se à sua cela e jogavam flores e cartas, afirmando que continuavam acreditando no amor. E, entre essas pessoas, estava a filha do carcereiro, Asterius. A jovem, que era cega, teve permissão de seu pai para visitar Valentim antes de sua execução, e os dois acabaram se apaixonando.

 

Valentim ainda teve tempo de redigir uma carta de amor a Asterius que, milagrosamente, recuperou sua visão após a visita. A carta foi assinada por ele da seguinte forma: "De seu, Valentine".

 

Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro de 270 d.C., mas sua fé no amor rendeu-lhe um lugar na história. Em grande parte do mundo, o dia dos namorados é celebrado justamente nessa data com uma troca de cartas entre os apaixonados, afirmando a beleza do sentimento pregado pelo Santo Valentim.

 

Aqui no Brasil, comemoramos o dia dos namorados em 12 de junho, véspera do dia em que celebramos o dia de Santo Antonio, o tal santo casamenteiro, e a proximidade da data não é mera coincidência!

 

Fernando Antônio de Bulhões nasceu em Lisboa, entrou para o convento aos 19 anos e logo tornou-se padre. Dentre as inúmeras características atribuídas a ele, a mais forte é a de ter sido considerado o santo casamenteiro, mas engana-se quem pensa que ele só falava sobre casamentos em seus sermões.

 

Ele ficou conhecido como santo casamenteiro por outro motivo: o padre ajudava mulheres com poucas aquisições financeiras a conseguirem o dote e um enxoval, itens essenciais naquela época para conquistar o tão sonhado casamento. Foi por isso que ele passou a ser conhecido como santo casamenteiro, mas é claro que algumas histórias milagrosas também o rodeiam.

 

Reza a lenda que uma jovem moça desiludida decidiu se apegar à imagem do Santo Antônio para tentar arrumar um marido. Todos os dias, ela colhia flores e as oferecia ao santo, esperando o milagre. Anos se passaram, até que um dia a jovem cansada e descrente, tomada pela raiva, jogou a imagem pela janela e terminou atingindo um jovem cavalheiro. Sabem qual foi o final da história? Ao devolver a imagem à moça, os dois se apaixonaram e se casaram.

 

O resumo, então, é que no dia 12 de junho os enamorados fazem a sua comemoração romântica e, no dia seguinte, os solteiros têm a sua vez, podendo aproveitar até mesmo a produção de um delicioso bolo de Santo Antônio. Mas isso é conversa para outro dia, pois, independentemente de serem reais ou meras lendas históricas, o fato é que adotamos o dia 12 de junho como dia oficial dos namorados!

 

Como disse no início desse post, hoje quero te dar uma ideia fácil, mas simplesmente incrível, para surpreender a quem você ama. E, para isso, você vai precisar de apenas dois ingredientes!

 

Minha sugestão para o dia de hoje é um delicioso e romântico CAPPUCCINO CASEIRO!

Com uma dose de café, uma de leite vaporizado, uma da espuma do leite e o toque final de um coração polvilhado com café ou chocolate em pó, você tem a mistura certa para garantir muito amor e carinho para o café da manhã.

 

A intenção é que você surpreenda o seu amor logo no começo do dia e, por isso, escolhi essa opção de preparo rápido e fácil, para que todo mundo possa reproduzi-la rapidinho antes de ir para o trabalho!

 

A receita original de cappuccino é preparada com o café espresso, mas como não é todo mundo que possui uma máquina de espresso em casa, utilizaremos a cafeteira Moka Express Bialetti, que assegura um resultado bastante similar ao dos espressos italianos.

 

A Moka Bialetti é um ícone e, desde 1933, é tida como a melhor forma e método de preparo do café espresso italiano. Com qualidade duradoura, design clássico e uma simplicidade fantástica, produz uma bebida rica e autêntica. Em poucos minutos, o seu café espresso, com sabor e aromas únicos, está pronto!

Para preparar o nosso cappuccino caseiro, além do café preparado na Moka Express, utilizaremos a Tuttocrema para obter um delicioso leite vaporizad