SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

RECEITA DE CAMEMBERT NO PÃO

27 Jun 2019

Se tem um mês que representa mais o sentido da expressão “comer bem” que junho, eu desconheço!

 

Em junho a temperatura desce e nossa vontade de comer sobe, não é verdade?

 

Essa fome que temos nos dias mais frios é justificada pelo fato de que para mantermos o corpo aquecido, nosso organismo acaba gastando muito mais energia, fazendo com que a gente precise de reposição energética mais rapidamente. É também por esse motivo que a gente acaba escolhendo alimentos mais calóricos e gordurosos, pois, sem termos a consciência, buscamos fontes de energia que durem mais tempo e gerem maior quantidade de calor para nos manter aquecido!

 

Interessante, não é mesmo?

 

E é por isso que nessa época do ano receitas como caldos, massas e é claro, pratos de fondue são os preferidos para os jantares acompanhados de uma taça de vinho!

 

Fondue” vem do francês “fondre”, que significa literalmente derreter. A palavra é utilizada em praticamente todos os lugares do mundo para definir a receita feita com queijos derretidos. Sua origem, assim como a imensa maioria de famosas receitas, é desconhecida, e o que se tem notícia são suposições e lendas. Indícios apontam que na Grécia antiga já era feita uma mistura de queijo, vinho e farinha, citada inclusive em uma das estrofes da “Ilíada”, de Homero. Mas a primeira menção do prato ocorreu em 1699, em um livro escrito em Zurique com uma receita que se chamava “como cozinhar vinho com queijo”, por Anna Margaretha Gessner.

 

As histórias que contam como a receita teria surgido na Suíça são confusas, e não é possível determinar em que classe e momento o preparo teve início. Há uma versão que diz que o fondue era um prato possível de ser feito apenas por pessoas ricas, já que o queijo nunca foi uma iguaria barata. Segundo ela, os queijos eram apreciados quase que exclusivamente por ricos homens nas regiões dos Alpes Suíços, especialmente em Genebra. De fato, o queijo gruyère que vem desta mesma região tem valor bastante elevado e é um dos principais queijos usados para um verdadeiro fondue.

 

outra versão conta algo um pouco mais simples, porém mais afetiva. Os camponeses que moravam nas regiões alpinas sofriam com a falta de comida por conta do frio extremo. Diversos alimentos eram estocados e guardados por meses, sendo natural que alguns deles ficassem duros, não tão apetitosos ou até mesmo não possíveis de comer. Pois bem, dentre os alimentos que endureciam com o tempo estavam os queijos. Eles eram apreciados ao longo dos dias e tudo o que sobrava era guardado. Sobras, cascas, pedaços mais ressecados, partes inteiras, enfim, uma infinidade de pequenos queijos acabava sobrando no decorrer dos meses.

Pensando em como reaproveitar aquele alimento ainda em bom estado, os camponeses decidiram derreter todos eles em um mesmo recipiente, fundindo os queijos em um alimento só. Na despensa, os pedaços de pão amanhecidos e endurecidos foram logo jogados na mistura a fim e que amolecessem e também pudessem ser apreciados e voilà! Estava criada uma das receitas mais famosas de todo o mundo!

 

Particularmente, acho muito mais provável que esta segunda opção seja a verdadeira, já que na região haviam muitos produtos de queijos e era natural que eles próprios se alimentassem do que produziam. Sendo verdadeira ou não, eu acho a versão bem mais afetiva e perfeita para esquentar os corações nas noites frias do inverno :)

 

Podemos dizer então que o fondue em sua forma mais simples é nada mais nada menos que queijo derretido comido com pão e foi exatamente essa a minha inspiração para o prato de hoje – CAMEMBERT NO PÃO!

Como o inverno chegou para ficar neste ano e ainda temos bons dias para curtir comidas quentes, decidi preparar uma versão inspirada no fondue mas com menos ingredientes e modo de preparo muito mais simplificado.

 

A ideia foi utilizar apenas um queijo e o escolhido foi o “Le Roi des Fromages” (O Rei dos Queijos). É assim que o queijo Camembert é conhecido e chamado pelos franceses.

 

Tudo indica que Marie Hadel, uma fazendeira de uma cidade da Baixa Normandia, tenha sido a primeira pessoa a produzir um queijo camembert. Reza a lenda que um padre vindo da região de Brie tenha transmitido todo o seu conhecimento da produção do queijo brie para Marie Hadel em agradecimento pela sua hospitalidade. Em 1791 Marie decidiu preparar o tal queijo e seguiu todas as instruções do padre. O que Marie não imaginou é que simplesmente por estar em uma região diferente de onde o Brie era feito, as características como clima, temperatura, leite e por aí vai, dariam origem à um novo tipo de queijo.

 

Em homenagem à cidade de mesmo nome em que Marie morava, nascia o Camembert.

 

Com uma história incrível dessas, é claro que ele seria meu escolhido para o preparo do prato de hoje. O camembert derrete facilmente, tem sabor marcante que é amenizado perfeitamente bem com o pão e ainda combina com geléias especiais para um resultado final cheio de sabor!

 

Preparei um Camembert no Pão temperado com alecrim e servido com Geléia de Pimenta feito rapidamente e de maneira extremamente simples que vai fazer você surpreender os convidados em um jantar de última hora.

 

Para preparar essa receita utilizei poucos ingredientes e o toque final ficou por conta da apresentação do prato. Usei a Bandeja Vanity da coleção Water Lilies da Michel Design Works para servir meu camember no pão de uma forma muito charmosa.

Como disse, a ideia é preparar uma receita mais prática e por isso minha sugestão é servi-la nessa bandeja que pode ser disposta em uma mesa de centro ou banquinho de apoio tranquilamente para os convidados continuarem o papo na sala enquanto apreciam o aperitivo.

 

A Michel Design Works é uma marca americana trazida ao Brasil com exclusividade pela Anova Trade e os produtos são de altíssima qualidade. As peças de melamina podem ser lavadas direto no lava louças e são perfeitas para o serviço até 65°C, ou seja, são super versáteis e podem ser usadas para alimentos frios e quentes.

A coleção Water Lilies é composta de uma estampa floral extremamente elegante e charmosa, perfeita para servir nossa receita de Camembert no Pão com muita alegria, charme e descontração!

 

Que tal se inspirar e também preparar essa receita para os seus convidados?

 

INGREDIENTES

1 pão italiano

1 queijo camembert

2 ramos de alecrim

Geléia de pimenta a gosto

 

MODO DE PREPARO

Corte a tampa do pão italiano, retire e reserve. Retire o miolo quase que por completo para que possamos colocar o queijo dentro. Disponha o camembert dentro do pão, coloque um ramo de alecrim por cima dele e coloque-o em uma assadeira. Leve ao forno pré aquecido a 180°C por aproximadamente 20 minutos.

Retire do forno e corte a tampa do tempo com cuidado. Sirva com um novo ramo de alecrim e a geléia de pimenta.

 

RENDIMENTO

4 porções

 

DICAS

Você pode preparar essa mesma receita utilizando outro queijo de sua preferência como brie, gorgonzola, gouda, emmental e por aí vai... a única diferença é que você terá que cortar o queijo em cubinhos para colocar dentro do pão e pronto!