Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

ROSA DE TORTA DE MAÇÃ PARA O CHÁ DAS CINCO

25 Apr 2019

É praticamente impossível ver uma torta de maçã e não pensar nos Estados Unidos, não é mesmo?

 

Isso acontece, pois costumamos ligar determinadas regiões ou países a certos pratos e muitas vezes nos enganamos achando que aquele é o local de origem da receita!

 

Um grande exemplo é a massa que é totalmente ligada à Itália, mas na verdade, teve sua origem na China. Você sabia disso?

 

Essa ligação também acontece com a nossa receita de hoje. A Torta de Maçã é muito famosa nos Estados Unidos e é praticamente um ícone da culinária americana. Ela está presente em livros, músicas e filmes que ressaltam a importância da torta de maçã para o povo americano. O que pouca gente sabe é que ela já era produzida na Inglaterra muito antes das primeiras sementes de maçã chegarem à América do Norte.

 

O que fez com que os Estados Unidos ganhassem a fama de donos das tortas de maçã foi o fato de que logo após a chegada das sementes da fruta, o país se tornou o mais importante produtor de maçãs do mundo. Por lá, existe até uma expressão em que se diz “as american as an apple pie!”, usada quando alguém se refere a algo legitimamente americano. Parte disso se deve a Johnny Appleseed, um americano que, segundo a lenda, viajou milhas e milhas plantando árvores de maçã pelo país, do interior da Pensilvânia até Indiana, dos seus 25 aos 71 anos de idade. Sua missão de vida foi iniciar viveiros para macieiras pelas terras dos Estados Unidos, e o resto virou história.

 

O país se tornou o maior produtor de maçãs do mundo e, obviamente, os próprios americanos passaram a consumir a fruta das mais variadas formas. E uma das mais conhecidas é a “apple pie”, que na tradução significa torta de maçã. A receita é muito comum de norte a sul do país, podendo ser feita em diversas ocasiões, em especial no Thanksgiving Day (Dia de Ação de Graças), um dos feriados mais importantes dos Estados Unidos, comemorado na quinta-feira da quarta semana de novembro.

 

A história do Thanksgiving Day começou no século XVII quando, após colheitas fraquíssimas e um inverno muito rigoroso, moradores da “Nova Inglaterra” tiveram uma boa colheita de milho em 1621. O governador organizou, então, uma festa com muita fartura de comida para agradecer a boa colheita. Em 1939, o presidente Franklin Delano Roosevelt oficializou a festa com a intenção de ajudar nas vendas do comércio, aproveitando a proximidade do Natal. Apesar do rumo comercial que a data acabou tomando, até hoje as famílias se reúnem neste dia com uma mesa farta, onde não pode faltar o tradicional peru e a torta de maçã.

 

Mas fato é que nem eu, nem você e muito menos os americanos, precisam de algum motivo ou data especial para apreciar uma torta de maçã, não é verdade?

Bom, e pensando então nessa tão famosa torta, decidi homenagear seu país de origem preparando uma versão delicada para servir no Chá das Cinco.      

 

Você não entendeu? Te explico!

 

Quando os ponteiros dos relógios ingleses marcam 17 horas, todos param de fazer suas atividades para apreciar, com calma e tranquilidade, uma bela xícara de chá e uma pequena porção de alguma receita.

 

Segundo consta, a tradição teria surgido em Portugal e a responsável por ter levado à Inglaterra teria sido Catarina de Bragança que se casou com o rei inglês Charles II, mas fato é que quem tornou o costume famoso mesmo foi uma duquesa conhecida por reclamar de sentir muita fome entre o almoço e a janta.

 

Fala a verdade, você se identificou com essa duquesa, não é mesmo?!

 

Anna Maria Russell, Duquesa de Bedford, tratou de implementar um chá obrigatório que consistia em algum pequeno lanche e uma xícara de chá, sempre servido às 17 horas e suficiente para mantê-la bem até o jantar.

 

Com o tempo, o costume da duquesa virou moda entre outras personalidades que a visitavam e reproduziam o ritual em suas casas até atingir toda a população da Inglaterra que aderiu ao hábito e o pratica desde meados de 1662.

 

Hoje em dia é claro que o horário é mais flexível e o ritual pode ser feito durante toda a tarde, mas que acontecerá, acontecerá!

 

Ouse receber um inglês em sua casa e não preparar o chá da tarde para você ver! :)

 

Bom, como disse então preparei uma versão especial da torta de maçã para acompanhar o chá das cinco e homenagear sua verdadeira origem inglesa.

Existem diversas versões da torta de maçã, algumas feitas com massa à base de farinha de trigo e coberta por cima, outras feitas com uma massa frita e um recheio quente, e outras feitas com massa folhada, que é a minha preferida e escolhida para a receita de hoje. A massa folhada deixa a torta mais leve e muito mais saborosa, além de não precisarmos cobrir a torta, deixando espaço para uma decoração linda, como é o caso da nossa receita de hoje.

 

A ideia foi preparar algo pequeno, para atender aos princípios dos tradicionais chás das cinco, e por isso fiz uma mini rosa de torta de maçã que ficou incrível!

 

Para servir o meu chá das cinco, escolhi a Bandeja Vanity da Coleção Water Lilies da Michel Design Works e a composição final ficou apaixonante, você não acha?