SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

BRUNCH DE ANO NOVO

20 Dec 2018

Todo mundo pronto para pular as sete ondas quando o relógio do dia 31 de dezembro marcar meia-noite?

O impressionante número de 2,4 milhões de pessoas presentes na virada do ano de 2017 para 2018 em Copacabana indica que a maioria dos brasileiros escolhe algum destino de praia para celebrar a data.

 

Uma multidão vestindo roupa branca pula sincronicamente sete ondas fazendo um pedido a cada ondinha na esperança de que tudo seja realizado no ano que está começando. Segundo a tradição, esse é só um dos passos que temos que seguir para o sucesso do próximo ano, mas a lista é tão grande que se quisermos cumprir todos os itens, terminaremos só na manhã do dia seguinte!

 

Agora, você já parou para pensar por que comemoramos dessa forma e neste dia?

 

Parece meio óbvio que a comemoração de ano novo aconteça do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro, mas você sabia que essa data se consolidou na maioria dos países há apenas 500 anos?

 

É isso mesmo. Dos antigos calendários até o que seguimos nos dias atuais, a data do ano novo mudou muitas vezes. A primeira comemoração que se tem notícia se deu na Mesopotâmia por volta de 2000 a.C. A festa tinha início na lua nova no equinócio da primavera, em meados de março. Já os persas e egípcios comemoravam o início de um novo ano no dia 23 de setembro e os gregos em 21 ou 22 de dezembro.

 

Foram os romanos os primeiros a estipularem uma única data para a celebração de Réveillon, dia 01 de março. Foi em 153 a.C. que a data foi alterada para 01 de janeiro e apenas em 1582 que a data foi consolidada com a escolha do calendário gregoriano.

 

Até hoje alguns países comemoram o ano novo em datas diferentes como a China que celebra no fim de janeiro e começo de fevereiro, a comunidade judaica que comemora no fim de setembro e começo de outubro ou os islâmicos que celebram a data em meados de maio.

 

Bom, mas seja qual for a data de comemoração, uma coisa é fato: existem alguns rituais imprescindíveis para este dia.

Fogos de artifício a meia-noite, fazer resoluções do que quer mudar para o próximo ano, pular sete ondas, comer lentilha e usar roupas brancas são alguns dos costumes que mais vemos aqui no Brasil. Alguns deles têm origem em outros carnavais, digo, réveillons, como por exemplo, a tradição dos fogos que vem da China. Originalmente os fogos eram armas militares, mas por lá passaram a ser utilizados como parte de grandes celebrações, incluindo o ano novo.

 

Um dos costumes que mais gosto e que praticamente virou regra aqui no Brasil é o uso de roupas brancas para a comemoração do novo ano.

Logo no começo de dezembro vemos as vitrines das lojas inundadas de roupas brancas dos mais variados estilos e é praticamente impossível passar um ano novo por aqui sem usar pelo menos uma camiseta branca.

 

A tradição de usar uma roupa branca na virada do ano veio da África e a crença é de que a cor representa purificação espiritual. O branco transmite paz, calma e pureza. É a união de todas as cores e faz com que pensemos imediatamente em paz e esperança e é por isso que todo mundo que espera um próximo ciclo mais harmonioso investe na roupa branca para o dia 31 de dezembro.

 

Mas não pense que é tão simples assim. Sua camiseta pode até ser branca, mas hoje em dia você precisa também se preocupar em escolher uma peça colorida para compor o visual e atrair o que deseja para o ano que se inicia.

  

Amarelo – para quem busca dinheiro e riqueza

Rosa – para quem busca amor

Vermelho – para quem busca paixão

Verde – para quem busca esperança

Azul – para quem busca harmonia

 

Escolhi minha peça branca, escolhi minha peça colorida, esperei meia-noite, pulei as sete ondas, fiz meus desejos... ufa! Acabou? Nem pensar! Reza a lenda que você precisa fazer um brinde e tomar ao menos uma taça de espumante logo nos primeiros minutos do dia 01 de janeiro. Além da própria diversão de estourar uma garrafa de espumante para celebrar o ano que chega, há quem diga que a bebida transbordando na taça representa um próximo ciclo incrível em que a pessoa irá esbanjar vida.

 

Dom Pérignon, criador da champagne mais famosa de todo o mundo, dizia que nada era mais gratificante que saudar o ano novo com “estrelas imortais” em referência à perlage (as deliciosas e refrescantes bolhas da espumante).

 

E depois de cumprir todas essas regrinhas para um ano novo maravilhoso a gente quer mais é descansar e acordar tarde no dia seguinte. Com tantas diversões e atrações da noite, é praticamente impossível levantar da cama no dia 01 de janeiro antes das 11:00 da manhã, não é mesmo?

 

Já prevendo tudo isso, quero te dar uma receita infalível para que o seu primeiro dia do ano seja incrível. Uma milha de mar, uma pitada de carinho, um copo de espumante e uma boa dose de criatividade é a receita perfeita para um brunch de ano novo inesquecível!

 

A ideia é fazer com que o dia seja alto astral e que todos aqueles desejos de alegria que fizemos na noite anterior estejam presentes logo no primeiro dia do ano.

 

Como costumamos acordar mais tarde neste dia, escolhi o preparo de um brunch –que combina o café da manhã (em inglês “breakfast”) com almoço (em inglês “lunch”) – para garantir uma refeição completa, nutritiva e claro, deliciosa. A receita é de um crepe tradicionalmente francês recheado de queijo, presunto de Parma, ovo e servido com ervilhas tortas. Como não podia deixar de ser, a primeira refeição do ano deve ser comemorada e por isso o prato é servido com uma taça de Mimosa – bebida feita com metade de suco de laranja e metade de champagne.

Para deixar o brunch de ano novo ainda mais espetacular, utilizei uma boa dose de inspiração do mar, já que é a grande preferência dos brasileiros, com os produtos da coleção Seashells da Michel Design Works. A coleção conta com bandejas, guardanapos, velas e sabonetes estampados com diversas conchas que farão com que qualquer pessoa se sinta no mar, esteja na praia ou não.

A Michel Design Works é uma marca americana trazida ao Brasil com exclusividade pela Anova Trade e os produtos são de altíssima qualidade. As peças de melamina podem ser lavadas direto no lava louças e são perfeitas para o serviço até 65°C, ou seja, são super versáteis e podem ser usadas para alimentos frios e quentes.

 

Escolhi a bandeja retangular e os guardanapos de lanche da Michel para a composição do meu brunch e o resultado ficou incrível!

Que tal se inspirar e também programar esse brunch marítimo para o seu ano novo?

INGREDIENTES

100 ml de espumante

100 ml de suco de laranja

100 gr de queijo mussarela em fatias

Fatias de presunto de Parma

2 ovos

Ervilhas tortas

150 gr de farinha de trigo

300 ml de leite

Manteiga

 

MODO DE PREPARO

Em um recipiente misture 1 ovo com o leite e em seguida adicione a farinha de trigo, misture bem com o fouet para não empelotar. Passe manteiga em uma frigideira e leve ao fogo para pré aquecer. Despeje a massa girando a frigideira a fim de que toda a superfície esteja preenchida com a massa.

Quando começar a levantar as bordas, vire para dourar do outro lado.

Coloque duas fatias de queijo no centro, corte outras duas fatias em quatro pedaços e faça um quadrado com um buraco no meio.

Coloque 1 ovo no centro e tampe para derreter o queijo e cozinhar o ovo. Desligue o fogo, adicione as fatias de presunto de Parma e dobre as laterais do crepe.

 

RENDIMENTO

2 porções

 

DICAS

Se não tiver um fouet ou quiser garantir que seu crepe fique bem lisinho, utilize um liquidificador ou um mixer para bater a massa.