SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

TARTELETE DE FRUTAS TROPICAIS

6 Dec 2018

Fomos dormir depois da ceia em família, acordei e já é Natal novamente! Este ano passou tão rápido que juro que fiquei com esta sensação, você também?

 

Brincadeira à parte, estamos no início de dezembro e agora está aberta oficialmente a temporada das ceias de fim de ano e com elas, a preocupação de que prato preparar para a tão esperada noite em família.

 

Sempre achei muito interessante o quanto as tradições e os costumes são importantes nessa época do ano e isso pode ser visto com muita clareza nas mesas das ceias de Natal. Cada país, cada estado, cada cultura e na verdade cada família tem a sua própria tradição já enraizada com decorações, pratos e costumes que não podem faltar neste dia tão especial.

 

Acredito que é essencial mantermos um pouco das nossas raízes, mas também adoro dar uma pitadinha de inovação quando o assunto é comida e por isso todos os anos procuro fazer receitas diferentes para sair do óbvio!

 

Bom, como estou aqui para te ajudar, já começo este post te dando duas dicas de receitas incríveis e super diferentes para o Natal. As receitas são de um prato principal e uma sobremesa. São elas:

 

 

 

Prato principal - Filé Mignon Suíno na Mostarda (clique aqui para ver a receita)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobremesa - Cinnamon Rolls (clique aqui para ver a receita)

 

 

 

 

 

Essas receitas são muito saborosas, fáceis de fazer e o melhor, fogem um pouco dos pratos mais tradicionais já preparados repetidamente ano após ano. Por exemplo, tive a ideia de preparar um filé mignon suíno ao invés dos já velhos conhecidos peru, chester e tender para manter um pouco da tradição de utilizar uma carne de porco, mas também inovar usando novos temperos, aromas e sabores para o preparo do molho.

 

Já para a sobremesa, escolhi um doce delicioso que tem origem na Suécia e tem até dia especial só para ele chamado “dia do rolinho de canela”. O cinnamon roll, apesar de sueco, é extremamente famoso e apreciado nos Estados Unidos e por lá é muito característico dessa época do ano, presente em praticamente todas as mesas das ceias norte americanas.

 

Depois de criar essas receitas com base em pratos tradicionais de tantos lugares diferentes, fiquei curiosa para saber que outras curiosidades envolvem a ceia de Natal ao redor do mundo e decidir saber mais a respeito.

 

Aqui no Brasil a tradição diz que devemos preparar a ceia no dia 24, enfeitar casas, árvores e janelas com pisca-pisca e trocar presentes só depois da meia-noite. Já outros países possuem rituais tão diferentes que alguns até parecem estranhos para nós!

 

Estados Unidos

Talvez o país em que se comemore o Natal da forma mais parecida com a do Brasil, casas, lojas e shoppings norte-americanos ficam repletos de luzes coloridas, velas e guirlandas. As crianças penduram meias perto da lareira acessa, já que por lá é inverno nessa época, esperando a chegada do bom velhinho com os presentes. Os presentes não são abertos na noite de Natal e sim no dia 25 de manhã, assim os pais podem preencher as meias dos filhos com presentes, balas e doces enquanto as crianças dormem, alimentando a imaginação e a brincadeira lúdica envolvendo o Papai Noel.

Um costume tradicional dos Estados Unidos é a reunião de todos os vizinhos na véspera para juntos cantarem as “Christmas Carols” – as famosas Cantigas de Natal – e demonstrarem o espírito de confraternização entre eles.

O prato mais tradicional e que não pode faltar na mesa de uma ceia norte-americana é o peru recheado e acompanhado de frutas tropicais.

 

Se você estiver pelos Estados Unidos nesse período e quiser dizer “Feliz Natal” diga “Merry Christmas”.

 

Suécia

Praticamente todos os suecos param tudo que estão fazendo no dia 24 de dezembro as 15:00 para assistirem um especial da Disney transmitido desde os anos 60 no mesmo dia e mesmo horário. Acredite se quiser, a seleção de desenhos é sempre a mesma com um pequeno acréscimo ao final com trechos de animações mais recentes.

Como a Suécia possui uma forte cultura voltada para folclores nórdicos, além do Papai Noel que conhecemos, eles também acreditam que nessa época outro personagem dá as caras para entregar os presentes. O Tomte é uma espécie de gnomo guardião da floresta e dos jardins que aparece na noite de Natal para aproveitar as sobrinhas de doce deixadas pelas crianças nas varandas e também ajudar na distribuição de presentes natalinos.

Uma das tradições mais importantes para os suecos é a de Santa Lucia que acontece no dia 13 de dezembro. Neste dia as meninas colocam um vestido longo branco, uma faixa vermelha em volta da cintura, uma coroa na cabeça e, acompanhadas de corais, vão à escolas e hospitais cantando músicas natalinas.

 

Se você estiver na Suécia nesse período e quiser dizer “Feliz Natal” diga “God Jul”.

 

Rússia

Talvez o ponto mais discrepante do natal russo para o natal brasileiro seja o dia em que se é celebrado. A Rússia comemora o Natal de acordo com o calendário Juliano e não o gregoriano e por isso a celebração acontece no dia 07 de janeiro e não 25 de dezembro.

Na véspera do natal russo as pessoas jejuam até que a primeira estrela surja no céu, momento em que podem finalmente apreciar a ceia.

Em algumas casas russas a antiga tradição de se manter a porta aberta para que os visitantes e peregrinos possam entrar e também aproveitar a festa ainda é mantida.

 

Se você estiver na Rússia nesse período e quiser dizer “Feliz Natal” diga (ou tente dizer) “Счастливого Рождества”.

 

Polônia

Nada de carne vermelha na ceia natalina na Polônia! Por lá a tradição diz que o prato principal sempre deve ser peixe servido com sopa de cogumelos como acompanhamento, pães, doces de mel e uma torta de sementes de papoula.

Um costume bastante presente até os dias de hoje é que apenas a dona da casa e anfitriã pode se levantar para servir os pratos depois que toda a família já se sentou à mesa.

A comemoração do Natal é feita nos dias 24 e 25 de dezembro, assim como no Brasil, mas a celebração em homenagem ao Papai Noel e a troca de presentes é feita bem antes, logo no início do mês. Em 06 de dezembro é celebrado dia de São Nicolau, personagem que serviu de inspiração para a criação da lenda do Papai Noel, e dia em que os presentes são trocados na Polônia.

Apesar de celebrarem o dia 24, a refeição mais importante de Natal na Polônia é o café da manhã do dia 25. Esse desjejum é muito festivo e toda a família deve estar presente para celebrar a refeição.

 

Se você estiver na Polônia nesse período e quiser dizer “Feliz Natal” diga “Boze Narodzenie”.