SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

COMO FAZER OMELETE FRANCESA

2 May 2018

Com o grande sucesso dos programas de gastronomia atualmente, muitas pessoas que antes não se imaginavam na cozinha hoje se divertem arriscando na preparação de pratos famosos. Alguns acabam precisando de uma ajudinha extra do amigo cozinheiro, outros se surpreendem ao conseguir fazer deliciosas receitas, dignas de grandes restaurantes. Seja qual for o caso, uma coisa em comum todas essas pessoas tem: a curiosidade em aprender a reproduzir os clássicos da cozinha mundial.

 

Como fazer um risoto perfeito, cozinhar um ovo poché ou preparar um clássico molho bechamel certamente estão na lista de dúvidas que mais recebo no Blog. Mas há uma campeã, feita tanto pelos iniciantes quanto por cozinheiros experientes. É tema de programa de TV e faz os estudantes de gastronomia passarem horas treinando até atingir o resultado perfeito. É o teste final para contratação de novos funcionários na cozinha de grandes restaurantes.

 

“Como preparar uma clássica omelete francesa?” é, certamente, a pergunta que mais recebo por aqui. Antes de respondê-la, já adianto que qualquer pessoa pode fazer uma omelete francesa em casa, tranquilamente, e sem ter que treinar horas. Como quase todas as receitas clássicas, alguns passos essenciais são necessários. Mas, se você seguir todos eles atentamente, conseguirá uma omelete digna dos melhores bistrôs franceses.

 

A omelete é uma receita feita à base de ovos batidos e fritos em gordura (normalmente manteiga), servida de forma dobrada, sem que o interior esteja completamente frito. O nome vem do francês “omelette” e, na língua portuguesa, pode ser usado tanto no masculino quanto no feminino, ou seja, podemos falar “a omelete” ou “o omelete”. A história conta que a omelete surgiu na Pérsia antiga, onde os ovos eram batidos com algumas ervas e fritos até ficarem bem firmes, e depois cortados em pedaços para comporem um prato chamado de “kookoo”. Conta-se que a receita chegou à Europa através do Oriente Médio e África do Norte, e por lá sofreu adaptações regionais, dando origem à frittata italiana, tortilla espanhola e à omelette francesa.

 

A versão francesa é atribuída à Annette Poulard que, em 1888, criou uma pousada junto com seu marido no Monte Saint-Michel, na Normandia. A pousada tinha o nome de L´Auberge Saint-Michel Tête D´Or. Annette e seu marido recebiam viajantes extremamente cansados, exaustos e famintos. Na grande mesa montada perto da lareira, Mère Poulard, como era conhecida (em francês, Mãe Poulard), preparava receitas típicas como a quiche normandie. Procurando uma receita com preparo mais rápido e nutritivo, Mère Poulard pegou algumas ervas em sua horta, ovos em sua granja e manteiga feita por ela e, voilà, preparou a omelete francesa. E já fica aqui uma importante dica sobre a omelete francesa: ela leva poucos e simples ingredientes.

 

Ninguém jamais conseguiu descobrir, exatamente, como Annette preparava sua omelete, mas fato é que grandes nomes da culinária francesa como Jacques Pépin e Julia Child criaram suas incríveis versões e divulgaram para o mundo, para que todos pudessem reproduzir em casa a autêntica omelete francesa.

 

E agora que você já sabe como surgiu a receita, anote essas dicas essenciais para conseguir reproduzi-la em sua cozinha como um autêntico Chef!

 

1 – Faça algumas vezes a receita até pegar o jeito, não desanime na primeira tentativa;

 

2 – Nunca use um fouet (batedor de arame) para a omelete, pois ele quebra a estrutura dos ovos. Bata-os com ajuda de um garfo;

 

3 – Não coloque muitos ingredientes adicionais para não prejudicar o cozimento correto. Se quiser a verdadeira omelete francesa, ovos, ervas, manteiga, sal e pimenta é o suficiente;

 

4 – Coloque uma gota de azeite na frigideira para evitar que a manteiga queime enquanto não pega a prática do tempo correto de despejar os ovos;

 

5 – A frigideira precisa ter um antiaderente de ótima qualidade para que você consiga reproduzir a receita.

 

De nada adianta seguir todos os passos anteriores se não utilizar uma boa frigideira. Ela é, certamente, um dos itens mais importantes para a receita dar certo. A omelete francesa deve deslizar pela frigideira, ponto essencial tanto para o momento de levar a omelete para a borda da frigideira, fazendo a dobra característica, quanto para a hora de virá-la no prato. Se sua frigideira não for de boa qualidade, o preparo irá grudar completamente, arruinando sua produção.

 

Eu uso a frigideira Titanium 10 Plus da Bialetti para preparar a minha omelete francesa, e também para inúmeros outros pratos clássicos que exigem uma ótima frigideira com um antiaderente perfeito. A linha Titanium 10 Plus é extremamente resistente, tem 4,5 mm de espessura, é muito eficiente na distribuição de calor, possui cabo em aço inox 18/10 compacto e robusto, e um antiaderente realmente surpreendente.

 

O antiaderente interno, chamado de titanium, tem uma performance excelente, com 8 camadas no total, sendo as duas últimas revestidas com partículas de titanium e mais 4 camadas intermediárias de antiaderente reconhecido como o melhor do mundo. Tudo isso garante mais durabilidade, desempenho e resistência. É simplesmente incomparável com os outros tipos de antiaderentes existentes no mercado.

 

E essa é minha dica de hoje então para quem sempre me pergunta sobre receitas clássicas que muitas vezes parecem difíceis de reproduzir. O segredo de grandes cozinheiros está na escolha dos melhores ingredientes e dos melhores utensílios do mercado. Com a união desses dois itens, certamente o sucesso de grandes clássicos fica muito mais fácil de ser atingido.

 

INGREDIENTES
3 ovos
1 colher de sopa de manteiga
Ervas frescas (orégano, manjericão, tomilho)
Azeite
Sal
Pimenta         

 

MODO DE PREPARO
Quebre os ovos em uma tigela e, em seguida, adicione as ervas picadas, tempere com sal, pimenta e reserve. Aqueça a frigideira e coloque a manteiga e um fio de azeite. Com ajuda do garfo, bata os ovos. Não precisa bater demais, apenas o suficiente para misturar tudo. Despeje a mistura na frigideira e, enquanto faz movimentos circulares com o garfo mexendo os ovos, também movimente a frigideira no sentido contrário.

 

Quando começar a cozinhar, incline a frigideira para frente e, com o garfo, solte e empurre metade da omelete para dentro, fazendo quase que uma dobra. Feito isso, mantenha a frigideira inclinada e, com a outra mão, dê algumas batidas no cabo para que a borda encostada na frigideira se solte por completo e vire para dentro, fazendo com que a omelete se feche. Coloque um prato apoiado na frigideira e vire. Sirva quente.

 

RENDIMENTO
1 omelete

 

DICAS


As batidas no cabo da frigideira servem apenas para garantir que a omelete se solte. Não se desespere: conte com ajuda do garfo para trazer a borda para dentro e fechar sua omelete nas primeiras vezes, ok?