SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

MAL PASSADA, AO PONTO OU BEM PASSADA?

7 Feb 2018

Esta é, certamente, uma das perguntas mais ouvidas pelos amantes das carnes, seja em um restaurante fino onde você pediu um belo filé mignon ou em uma churrascaria tradicional. A carne é um alimento rico em proteínas de alta qualidade para o nosso corpo, que apresenta muitas opções de corte e preparo. É muito importante saber tratá-la da melhor maneira possível para obter uma refeição à sua altura. Se você está em um restaurante é simples: basta pedir o ponto de sua preferência e ele será servido. O problema aparece quando você prepara a carne em casa...

 

Para fazer um jantar elaborado com um corte fino de carne, ou preparar um churrasco para os amigos, ou até mesmo para aquele almoço simples do dia a dia, é essencial que você saiba exatamente como extrair o ponto de sua preferência, garantindo o prazer da refeição e a apreciação do alimento. E é por isso que decidi fazer este post especial tratando apenas dos pontos da carne e de como preparar cada um deles em casa. Não existe certo ou errado, o que manda é o gosto pessoal de cada um. Porém, é bacana conhecer todos os pontos da carne, tanto para preparar o seu prato quanto para servir bem os seus convidados.

 

A primeira coisa que quero contar é que, na gastronomia tradicional, existem apenas três pontos para a carne: mal passada, ao ponto e bem passada. Essa história de “bem passado para bem”, “ao ponto para mal”ou “ao ponto mais” é apenas uma abertura criada pelos restaurantes brasileiros para agradar totalmente o cliente. A verdade é que você consegue se virar tranquilamente bem na cozinha conhecendo os três pontos originais. 

 

MAL PASSADA

 

Este tipo de preparo deixa a carne macia, mas ainda com certa resistência ao mastigar. Seu interior fica avermelhado e brilhante. A superfície da carne fica bem grelhada e o centro consegue manter a estrutura e fibras originais, permanecendo cru e apresentando uma coloração vermelha.

Para preparar a carne mal passada, tempere-a com sal e pimenta, derrame um pouco de azeite na palma da mão e, em seguida, pressione a carne para que fique levemente umedecida pelo azeite. Coloque-a imediatamente no grill já quente e grelhe por 2 minutos. Depois, vire-a e espere mais 2 minutos.

 

AO PONTO

 

Este tipo de preparo deixa a carne macia porém firme, com uma boa faixa rosada ao centro, mas com as bordas bem tostadas. A superfície da carne fica totalmente grelhada e caramelizada, e o seu centro fica um pouco mais próximo do cozimento, mas ainda levemente mal passada.

Para preparar a carne ao ponto, tempere-a com sal e pimenta, derrame um pouco de azeite na palma da mão e, em seguida, pressione a carne para que fique levemente umedecida pelo azeite. Coloque-a imediatamente no grill já quente e grelhe por 5 minutos. Depois, vire-a e espere mais 5 minutos.

 

BEM PASSADA

 

Este tipo de preparo deixa a carne totalmente grelhada. Sua textura é firme e quase seca. A superfície da carne fica praticamente torrada e seu interior opaco, pois o suco da carne é eliminado. A carne fica com uma tonalidade completamente marrom, por dentro e por fora.

Para preparar a carne ao ponto, tempere-a com sal e pimenta, derrame um pouco de azeite na palma da mão e, em seguida, pressione a carne para que fique levemente umedecida pelo azeite. Coloque-a imediatamente no grill já quente e grelhe por 10 minutos. Depois, vire-a e espere mais 10 minutos.


Para grelhar minhas carnes em casa, eu uso o mini grill quadrado da linha Madame Tradicional Cobre. Esta linha possui 5 produtos incríveis ao todo e é inteira revestida com uma pintura silicônica na cor cobre. A linha combina design original com visual retrô, em peças feitas em alumínio com 3 mm de espessura e cabos de aço inox. O revestimento interno é feito de quantanium, um antiaderente eficiente com partículas de cobre.

 

O cobre é a cor do momento no mundo da gastronomia. Atualmente, praticamente todas as lojas da Europa têm panelas com essa coloração, que deixa qualquer cozinha muito mais linda. Gosto muito de utilizar este grill para preparar minhas carnes pois, além de ser uma bela peça, possui vincos que deixam sua carne com cara de churrasco profissional!

 

DICAS EXTRAS

 

Os tempos de cozimento aqui indicados servem para cortes de, aproximadamente, 2 dedos de largura e, portanto, podem variar de acordo com o tamanho da peça de carne. Para evitar erros, quero deixar uma dica infalível para controlar o cozimento da carne e atingir o ponto desejado: observe o sangue subindo e chegando até a parte de cima da peça que está grelhando.

Se você quiser uma carne mal passada, vire-a assim que começar observar pontos vermelhos de sangue na superfície. Espere até acontecer o mesmo do outro lado e está pronta. Se você quiser uma carne ao ponto, quando os pontos de sangue começarem a surgir na superfície, espere mais um pouco até formar uma pequena poça no centro da carne. Vire-a, espere acontecer o mesmo do outro lado e está pronta. E se você quiser uma carne bem passada, espere até que o sangue que sobe até a superfície esteja mais escasso. Vire-a e espere acontecer o mesmo o outro lado e está pronta.