SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

CARDÁPIO COMPLETO DE ANO NOVO

26 Dec 2017

Normalmente celebrada com mais descontração, a Ceia de Ano Novo pede receitas mais leves e práticas não é mesmo?

 

Seja comemorada com a família ou com os amigos, a ceia de ano novo sempre costuma ter um tom especial de alegria e descontração. Geralmente celebrada com músicas mais animadas e roupas mais despojadas, a mesa também ganha um toque mais fresco, frutado e alegre para combinar com o dia que costuma ser muito festivo em todo canto do mundo!

 

Parece meio óbvio que a comemoração de ano novo aconteça do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro, mas você sabia que essa data se consolidou na maioria dos países há apenas 500 anos?

 

É isso mesmo. Dos antigos calendários até o que seguimos nos dias atuais, a data do ano novo mudou muitas vezes. A primeira comemoração de que se tem notícia se deu na Mesopotâmia por volta de 2000 a.C. A festa tinha início na lua nova no equinócio da primavera, em meados de março. Já os persas e egípcios comemoravam o início de um novo ano no dia 23 de setembro e os gregos em 21 ou 22 de dezembro.

 

Foram os romanos os primeiros a estipularem uma única data para a celebração de Réveillon, dia 01 de março. Foi em 153 a.C. que a data foi alterada para 01 de janeiro e apenas em 1582 que a data foi consolidada com a escolha do calendário gregoriano.

 

Até hoje alguns países comemoram o ano novo em datas diferentes como a China que celebra no fim de janeiro e começo de fevereiro, a comunidade judaica que comemora no fim de setembro e começo de outubro ou os islâmicos que celebram a data em meados de maio.

 

Bom, mas seja qual for a data de comemoração, uma coisa é fato: existem alguns rituais imprescindíveis para este dia.

 

Fogos de artifício a meia-noite, fazer resoluções do que quer mudar para o próximo ano, pular sete ondas, comer lentilha e usar roupas brancas são alguns dos costumes que mais vemos aqui no Brasil. Alguns deles têm origem em outros carnavais, digo, réveillons, como por exemplo, a tradição dos fogos que vem da China. Originalmente os fogos eram armas militares, mas por lá passaram a ser utilizados como parte de grandes celebrações incluindo o ano novo.

 

Um dos costumes que mais gosto e que praticamente virou regra aqui no Brasil é o uso de roupas brancas para a comemoração do novo ano.

Logo no começo de dezembro vemos as vitrines das lojas inundadas de roupas brancas dos mais variados estilos e é praticamente impossível passar um ano novo por aqui sem usar pela menos uma camiseta branca.

 

A tradição de usar uma roupa branca na virada do no veio da África e a crença é de que a cor representa purificação espiritual. O branco transmite paz, calma e pureza. É a união de todas as cores e faz com que pensemos imediatamente em paz e esperança e é por isso que todo mundo que espera um próximo ciclo mais harmonioso investe na roupa branca para o dia de ano novo.

 

E você pensou que ia ser simples assim?

 

Que nada, hoje em dia o branco deu lugar à várias outras cores para se passar o réveillon e para cada cor, uma promessa diferente.

 

Amarelo – para quem busca dinheiro e riqueza

Rosa – para quem busca amor

Vermelho – para quem busca paixão

Verde – para quem busca esperança

Branco – para quem busca paz

 

Agora que você já tem mais uma coisa para se preocupar para o Ano Novo, quero te tranquilizar dizendo que com a Ceia você não precisa quebrar a cabeça!

Para que você possa curtir por completo a família, os amigos e todos os divertidos rituais desse dia, preparei um cardápio completo com receitas práticas, refrescantes, deliciosas e já harmonizadas com vinhos incríveis para tornar a sua virada de ano ainda mais especial!

 

Escolhi os vinhos na Grand Cru, maior rede de lojas de importação de vinhos exclusivos do Brasil. A Grand Cru conta com um site super completo com sugestões de vinhos por uvas, por vinícolas, por preço e ainda oferece cursos pela Grand École e participação na Confraria que dá direito a descontos, material exclusivo e recebimento de vinhos especiais em casa.

 

Ah! E o site é tão completo que você não tem trabalho nenhum para garantir suas garrafas, pode escolher por lá mesmo que eles tem um e-commerce em que você pode fazer suas escolhas e compras online e receber aí na sua casa.

 

Se preferir, pode conferir a loja mais perto de você dentre as 45 espalhadas por todo Brasil e voltar para casa com os vinhos da ceia garantidos!

 

SALPICÃO DE FRANGO NA CESTINHA DE PARMESÃO

Muito tradicional nas ceias dos brasileiros, o salpicão é praticamente uma salada gelada, cremosa e refrescante. Surgiu na Espanha como uma necessidade de reaproveitar sobras de comida e lá é efeito com carnes bovinas e leva o nome de vaca en salpicón. Por aqui utilizamos legumes, maionese e frango que nessa receita será servido em uma cestinha de parmesão para garantir crocância e beleza ao prato.

 

INGREDIENTES:

 

½ peito de frango

1 cebola picada

1 lata de milho

1 lata de ervilha

1 cenoura

1 xícara de maionese

1 caixinha de creme de leite

500 gr de queijo parmesão ralado

Sal

Pimenta

Salsinha

 

MODO DE PREPARO:

 

Utilizaremos o frango desfiado, portanto cozinhe o peito em água fervente por aproximadamente 20 minutos e depois desfie com ajuda de um garfo. Refogue em um fio de azeite a cebola picadinha e em seguida o frango desfiado.

Em uma tigela misture a maionese, creme de leite, milho, ervilha, cenoura ralada, cebola e a salsinha picada. Misture tudo muito bem e leve para gelar por 1 hora.

Para preparar a cestinha, você vai utilizar aproximadamente 80 gr de parmesão ralado para cada cestinha. Coloque o parmesão em um frigideira antiaderente, de forma de fique um círculo de queijo. Quando você perceber que as bordas estão ficando douradas, comece a passar uma espátula por baixo das bordas, para descolar a crosta da frigideira.

Quando tiver descolado todo o queijo, coloque imediatamente em cima de um recipiente para dar um formato de cestinha, pode ser um copo ou uma tigela virada ao contrário. Pressione alguns instantes e pronto.

Sirva o salpicão dentro da cestinha de parmesão.

 

HARMONIZAÇÃO:

 

ESPUMANTE VICTORIA GEISSE EXTRA BRUT VINTAGE ROSÉ

 

Feito a partir do mesmo método utilizado em Champagne, esse espumante é elaborado com Pinot Noir e apresenta uma intensidade aromática que remete a frutas vermelhas e notas de especiarias.

Com uma coloração cereja claro, tem uma boa formação de espuma e excelente perlage. É encorpado e possui uma acidez acentuada harmonizando muito bem com receitas mais leves e refrescantes como o salpicão.

 

 

CHESTER AO MOLHO DE ROMÃ E LARANJA

A comemoração de entrada de um novo é rodeada de rituais que prometem trazer sorte para o próximo ciclo como pular ondas, comer lentilha e embrulhar e guardar na carteira sete sementes de romã. O número sete se refere aos dias da semana e o costume indica que fazer isso garante riqueza, prosperidade e abundância. Fazendo ou não o ritual, fato é que essa fruta tem tudo a ver com o ano novo e é por isso que ela é o ingrediente principal do molho do prato principal. 

 

INGREDIENTES:

 

1 chester

Alecrim

Tomilho

2 cebolas

300 ml de vinho branco

100 ml de melaço e romã

4 laranjas

Manteiga

Sal

Pimenta

Salsinha

 

MODO DE PREPARO:

 

Descongele o chester deixando-o na parte de baixo da geladeira de um dia para o outro. Retire os miúdos de dentro e com eles você pode preparar uma farofa ou um caldo, não utilizaremos nessa receita. Depois de descongelado, faça uma marinada com o vinho branco e 1 cebola cortada em cubos e deixe por pelo menos 3 horas na geladeira.

Para que o chester fique incrivelmente macio e saboroso, precisamos descolar a pele para espalhar manteiga. Comece descolando a pele do peito e vá passando a sua mão por dentro para descolar a pele do chester inteiro sem rasgar. Espalhe a manteiga entre a pele e a carne e também dentro da cavidade. Feito isso, também passaremos manteiga por todo o chester na parte de fora. Para dar um toque especial, deixe a manteiga fora da geladeira por alguns minutos até ficar amolecida e misture salsinha picada finamente, tempere com um pouco de sal e pimenta e use essa mistura para besuntar muito bem o chester por fora.

Faça um bouquet garni juntando e amarrando os ramos de alecrim e tomilho e coloque dentro do chester, junto com a cebola cortada ao meio. Amarre as pernas do chester com barbante culinário para que ele mantenha uma forma bonita para servir. Enrole papel alumínio nas pontas da coxa e da asa para não tostarem demais no forno. Enrole a assadeira em papel alumínio também.

Leve ao forno pré aquecido a 220ºC por 1 hora e 30 minutos. Retire o papel alumínio da assadeira e volto para o forno por mais 1 hora e 30 minutos.

Depois de pronto o chester precisa descansar por alguns minutos para manter a suculência e enquanto isso faremos nosso molho. Coe o caldo restante do cozimento, misture com o melaço de romã, o suco das laranjas e leve ao fogo baixo apenas para misturar e engrossar um pouco.

Para servir, corte o chester em fatias e cubra com o molho e algumas sementes de romã.

 

HARMONIZAÇÃO: