SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

PICANHA NO SAL GROSSO

5 Dec 2017

Essa receita é especial para quem acha que picanha só fica boa na churrasqueira!

 

Eu mesma acreditava nisso, que carnes de

 

sse tipo só ficavam gostosas se feitas na brasa. Mas infelizmente não é todo dia que a gente tem churrasco não é?!

 

Quem me ensinou essa receita foi o Bini e ela é simplesmente maravilhosa! :)

O nível de dificuldade? 0. Juro, é uma das receitas mais simples e fáceis de fazer e o resultado final é tão incrível que serve como prato principal em almoços de família e amigos numa boa.

Muita gente tem dúvidas sobre os tipos de sal e para este post quero falar sobre três deles: sal refinado, sal marinho e sal grosso.

 

SAL REFINADO

Qualquer sal de cozinha é considerado refinado quando passa por um processo de lavagem, moagem e centrifugação. Em seguida, através da peneiração, as impurezas são retiradas.

Nesse sal são adicionados compostos para estabilização e coloração, o que faz com que o iodo natural seja removido. Como a presença de iodo no sal de cozinha é essencial, ele é adicionado com iodato de potássio.

 

SAL MARINHO

O sal marinho também não passa pelo processo de refinação o que faz com que o iodo natural seja mantido. Não necessariamente é extraído diretamente do mar, o termo serve de forma geral para um tipo de processo feito para a comercialização do sal em que todas as características físicas e químicas são mantidas, diferente do sal refinado.

 

SAL GROSSO

O sal grosso não passa pelo processo de refinação e é obtido pela extração mineral ou através da concentração e secagem da água do mar. Por isso esse tipo de sal não costuma ter aditivos químicos, mantendo suas propriedades naturais.

 

E é o sal grosso o sal ideal para esta receita!

Não se impressione com a quantidade de sal grosso que usamos para fazer a receita ok? Vai bastante mesmo, mas a carne não fica salgada no final, fica temperada na medida perfeita!

INGREDIENTES:

 

1 peça de picanha de aproximadamente 1 kg

2 kgs de sal grosso

4 batatas

Sal comum

Alecrim

Azeite

 

MODO DE PREPARO:

 

Cubra o fundo de uma assadeira com metade do sal grosso, coloque a picanha virada com o gordura para cima e despeje o restante do sal grosso, sem deixar nenhuma parte da carne descoberta.

Leve para o forno pré aquecido a 200 graus por aproximadamente 1 hora e meia.

Quando tiver passado 50 minutos, corte as batatas em formato canoa, regue com azeite, tempere com sal comum e alecrim e leve ao forno pré aquecido por 40 minutos ou até amolecerem.

Retire toda a crosta de sal de cima da carne, corte em fatias e sirva com as batatas.

 

Please reload

Categorias
Instagram
Ei! Quer receber minhas receitas super quentinhas?
Coloque seus contatos abaixo