SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Batata Gratinada com Emile Henry

30 Aug 2017

Você sabe o que é Comfort Food?

Nos últimos tempos, temos ouvido falar muito deste tal termo “Comfort Food” em redes sociais, em textos, em livros e até mesmo em programas de TV. E, sendo bem sincera, o termo pode ser novo, mas o significado por trás dele é bem antigo. A ideia é que a refeição tenha sensações e emoções afetivas que remetam a momentos especiais da vida de uma pessoa.

 

A tradução literal do termo é “comida confortável”, e ele próprio já diz muito. Conforto, aconchego, carinho... em outras palavras, é a comida lá da casa da mãe, da avó, da tia. É a comida que te lembra o cheiro do almoço ficando pronto. É a comida feita sem pressa, com carinho, com cuidado. Comida simples que envolve e faz você voltar à sua infância.

 

Esta nova moda gastronômica surgiu na contracorrente de alguns modelos de alimentação que estavam, até então, dominando o mundo. Conceitos como comer qualquer alimento, escolher fast foods ou precisar de um dicionário para tradução de receitas superelaboradas e complexas são algumas das ideias que os adeptos ao Comfort Food querem derrubar.

 

A intenção é cozinhar devagar, com calma, com prazer. E se alimentar devagar, com calma, com prazer. Prestar atenção nos alimentos escolhidos, no que está ingerindo e colocando pra dentro do nosso corpo são algumas das regrinhas de ouro da comida confortável.

 

 

E sabe o mais legal disso tudo?! Você não precisa de muito para ser um adepto a esta modalidade! Basta se reconectar com suas memórias afetivas com a comida, lembrar quais pratos gostava de comer na infância, que cheirinhos te faziam sentir aconchego, que pessoas foram importantes no seu crescimento quando criança... e aí, é só juntar boas doses de alegria, algumas pitadas de boas lembranças e se deliciar preparando um bom prato de Comfort Food!

 

Cada pessoa vai ter um prato específico pra chamar de seu, mas é claro que existem algumas receitas que fazem qualquer um soltar um suspiro de carinho. Macarrão com molho vermelho, purê de batatas, morango com leite condensado e bolo de cenoura são alguns bons exemplos universais de Comfort Food.

 

Gratin Dauphinois também é um belo exemplo de Comfort Food. Sabe o que é? Nada mais, nada menos que batata gratinada! Mas não é qualquer batata gratinada... É sua versão francesa, quentinha, crocante, coberta com creme de leite e queijo. Perfeita como um abraço carinhoso :)

O prato é um clássico da culinária francesa, tendo sido mencionado pela primeira vez em 1788 em um jantar oferecido pelo Duque de Clermont-Tonnerre, tenente general da região de Dauphiné.

 

É um prato bastante simples e que leva poucos ingredientes, entrando de uma vez por todas na nossa lista de Comfort Foods fáceis e deliciosas. Só tem um detalhe que faz toda a diferença para você ter uma Gratin Dauphinois, ou nossa velha batata gratinada, perfeita: ela precisa ser cozida por completa e uniformemente.

 

Para evitar que algumas lâminas fiquem mais ou menos cozidas que outras e garantir que meu prato fique perfeito, digno desse nome francês difícil, eu uso o refratário de cerâmica da Emile Henry. Este refratário garante que a receita seja cozida por completo e evita o ressecamento do molho ou de qualquer líquido usado na preparação. O diferencial da marca está no fato de ser feita com HR Ceramic (High Resistance Ceramic), um material cerâmico de alta resistência, que garante uma durabilidade superior, evitando lascas por muito tempo. Além disso, é um ótimo difusor de calor, distribuindo-o por todo o refratário para que seu prato seja cozido por igual.

 

Ah! Outro detalhe importante é servir a batata gratinada bem quentinha e com os refratários da Emile Henry você pode ter certeza que isso vai acontecer, já que eles mantêm o calor por mais tempo, o que significa que você pode servir seu prato no próprio refratário.

INGREDIENTES:

 

1 kg de batatas descascadas e cortadas em rodelas
500 g de creme de leite
400 g de queijo parmesão ralado
Sal
Pimenta
Orégano

 

MODO DE PREPARO:

 

Corte as batatas em rodelas de aproximadamente 1 cm. Você pode fazer isso com a ajuda de uma faca ou com o mandolin. Coloque todas as rodelas em uma panela grande e cozinhe até que fiquem macias, mas ainda firmes.

Tempere o creme de leite com sal, pimenta e orégano conforme seu gosto e reserve.

Retire as batatas do fogo e escorra a água. Disponha as rodelas de batata no fundo do refratário até cobri-lo por completo. Por cima regue com um pouco do creme de leite e um pouco de queijo ralado. Faça isso repetidas vezes até finalizar as batatas. Quando acabar, por cima de tudo coloque o restante do creme de leite e o queijo parmesão ralado.

Leve para o forno pré-aquecido a 180º C por aproximadamente 25 minutos ou até o queijo dourar e voilà!

 

RENDIMENTO:

 

6 porções

 

DICAS:

 

Você pode acrescentar outros temperos como lemon pepper e ervas de Provence para incrementar e deixar sua receita ainda mais saborosa.

Você pode conferir mais sobre a linha Emile Henry e outros produtos da Imeltron no site: www.imeltron.com.br