SOBRE A BRUCALDERON
A cozinha é um lugar mágico para mim, local onde posso criar e reinterpretar receitas e pratos incríveis. Meu objetivo é inspirar você à também colocar a mão na massa de uma maneira simples e descomplicada, fazendo com que o ato de cozinhar lhe traga descontração e muita alegria.  
Jundiaí / São Paulo
Preparado com carinho pela Bru. 2016-2018
Please reload

Posts Recentes

A MELHOR RECEITA DE DADINHO DE TAPIOCA PARA VOCÊ FAZER EM CASA

September 26, 2019

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Risoto de Filé Mignon e Champignon ao Vinho Tinto

6 Jul 2016

A receita de hoje é de um belo risoto! Meu prato preferido desde sempre. Puxando aqui na memória estou lembrando que essa foi minha primeira tentativa de cozinhar um prato mais elaborado. Na época fiz um Risoto de Limão Siciliano (receita perfeita com receita aqui no blog também), as cobaias foram meus pais, coitados, mas acho que eles gostaram pois o prato acabou virando a pedida oficial para almoços especiais de domingo!

 

Tenho um acervo de "recheios" de risoto e vou adorar postar todos eles aqui, mas escolhi esse primeiro por um motivo especial. Quem me mostrou e cozinhou pra mim esta receita foi minha querida Sogrinha! Uma pessoa pra lá de especial que compartilhou comigo com muito carinho essa receita tradicional do menu dela ;)

 

O Risoto é um prato italiano clássico, criado em 1574 por Valério de Fiandra, o responsável pelos vitrais da catedral Duomo di Milano, na Itália.

Tem várias versões de como o risoto foi criado por ele, uma de que ele deixou cair um pedaço de açafrão na preparação do almoço de festa de casamento de sua filha, outra em que ele usava o pigmento nos vitrais e, por descuido, deixou cair em sua comida e outra que um de seus estudantes de arquitetura era atormentado por Valério pois costumava usar pigmentos de açafrão nos vitrais e como revide, fez com que um dos cozinheiros colocasse o tempero na comida do casamento da filha do Mestre. 

Seja qual for a versão oficial, fato é que o primeiro risoto foi de açafrão e foi criado de forma totalmente acidental!

 

Diferente do que muitas pessoas pensam, é bem fácil de fazer o risoto, juro! Já perdi a conta de quantas amigas eu ensinei a fazer. É claro que precisa de um pouquinho de prática até se acostumar com o tempo de preparação, mas até aí é só preparar o prato várias vezes e ir testando, aposto que ninguém vai achar problema nisso :)

 

Essa receita é bem completa e pode ser servida como prato principal de um belo jantar!

INGREDIENTES:

 

1 colher de manteiga

½ cebola cortada em pequenos cubinhos

½ dente de alho picadinho

200 gr de filé mignon cortados em tirinhas

1 xícara de arroz arbóreo ou arroz carnaroli

2 xícaras de vinho tinto

400 ml de caldo de legumes (receita aqui)

50 gr de champignons

50 gr de parmesão

 

MODO DE PREPARO:

 

Coloque a manteiga em uma panela funda e deixe derreter. Acrescente a cebola e o alho e deixe refogar até que fiquem transparentes.

Coloque as tirinhas de filé mignon e vá mexendo até dourar. Acrescente o arroz e misture para que tudo fique refogado.

Em seguida, coloque o vinho tinto e deixe evaporar o álcool. Está pronto quando você não sente mais o cheiro do álcool saindo da panela.

Em seguida, temos que acrescentar o caldo de legumes. Pode colocar umas 2 conchas cheias pois no começo o arroz precisa de líquido para cozinhar e a partir da terceira vá colocando de uma em uma concha, lentamente e mexendo sempre.

Quando o risoto estiver no ponto, acrescente os champignons, desligue o fogo e coloque um pouco de queijo parmesão para finalizar!

 

RENDIMENTO:

 

2 porções

 

DICAS:

 

O ponto do risoto é sempre al dente, o que significa que ele é sempre meio durinho mesmo, tem que haver uma resistência quando o grão é mordido. Na dúvida, sempre prefira desligar o risoto mais durinho do que deixar cozinhar demais e passar do ponto ok? Se o grão cozinhar demais fica grudento e você não vai apreciar seu prato.

Acrescente um pouco de parmesão ao invés de manteiga para finalizar. Normalmente as receitas indicam a manteiga para finalizar o risoto, mas isso deixa os grãos oleosos demais e o prato acaba ficando um pouco gorduroso. Ao invés dela, acrescente o parmesão e dê apenas uma mexida na panela, com o fogo já desligado. Isso vai fazer com que seu risoto fique cremoso sem ficar oleoso! Essa dica vale ouro! :)

Faça seu próprio caldo de legumes! É infinitamente mais saudável e acrescenta um sabor bem mais elaborado no seu prato!